SEGUP | Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social | www.segup.pa.gov.br

Bombeiros fizeram o trabalho de guarda-vidas, distribuíram pulseiras de identificação e orientaram visitantes em relação a acidentes com águas vivas

De sexta-feira (31) a sábado (1⁰), mesmo com o grande volume de pessoas nas praias de Salinópolis, equipes de resgate e atendimento pré-hospitalar não registraram ocorrências graves, garantindo a passagem de ano tranquila e sem maiores transtornos no balneário.

Na operação "Festas Seguras 2021", desenvolvida pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) conjuntamente com órgãos parceiros, uma das ações realizadas é a prevenção balneária para evitar acidentes com animais marinhos, por causa do período de chuvas, e crianças perdidas.

O Corpo de Bombeiros Militar é responsável por esse trabalho de prevenção, oferecendo orientações para banhistas sobre o risco de queimaduras com água viva ou caravelas, que cresce no período das chuvas em que a correnteza transporta os animais para próximo da faixa de areia. O órgão também distribui pulseiras de identificação para as crianças, para que seja possível contactar os responsáveis caso elas se percam nas praias.

Segundo o capitão Thiago Vilhena, do 13⁰ Grupamento do Corpo de Bombeiros e no comando da operação em Salinópolis, o trabalho educativo tem sido realizado com ênfase neste período. "Temos orientado para que os banhistas utilizem camisas de manga longa, pois, por mais que haja o contato com água viva ou caravela, o efeito é reduzido. E, se por acaso, encontrar o animal, não tocar mesmo que o ele aparente estar morto, pois a toxina ainda é ativa. Este ano temos a baixa ocorrência de crianças perdidas, muito por conta das orientações nas rádios, nas praias pelos guarda-vidas e com a distribuição das pulseiras nas barracas", destaca.

Nos dois dias, 31 e 1⁰, no município de Salinópolis, nordeste paraense, foram 26 ocorrências, a maioria das quais com animais marinhos. O número de ocorrências em relação a crianças perdidas se reduziu em 100% em relação ao período do ano anterior. O resultado é fruto de um trabalho assertivo das equipes. No total, em relação à virada de ano de 2020 para 2021, o município obteve uma redução de 26% das ocorrências.

No Estado, nos 21 municípios em que a operação ocorre, na noite do dia 31, foram realizadas 665 advertências e orientações e distribuídas 89 pulseiras de identificação

Festas Seguras 2021

A operação conta com um reforço no efetivo de mais de 1,5 mil agentes nos principais municípios, além do efetivo local. A operação está sendo executada de forma conjunta por integrantes dos órgãos do Sistema de Segurança: polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Departamento de Trânsito do Estado (Detran), Centro Integrado de Operações (Ciop), Polícia Científica, Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), grupamentos Aéreo e Fluvial (Graesp e Gflu), Guarda Municipal de Belém e Secretaria Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob), além de órgãos municipais de segurança de demais cidades.

Por André Macedo (Ascom/Segup)

 

Veja Também