SEGUP | Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social | www.segup.pa.gov.br

Projeto da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup) alcançou todas as 13 Regiões Integradas da Segurança Pública (Risps).

Com o objetivo de alcançar todas as 13 Regiões Integradas da Segurança Pública (Risp) do interior, o programa 'Segurança Por Todo o Pará', capitaneado pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), concluiu nesta quinta-feira (16) o calendário de 2021 ao chegar em Capanema, sede da 6ª Risp do Caeté, reunindo os gestores dos órgãos de segurança e os comandos locais. 

Descentralizando a gestão, o programa leva os representantes da segurança estadual até às sedes das Risps, para um momento de escuta e de identificação das principais demandas da região. A partir disso, é elaborado um plano tático operacional a ser executado e acompanhado por um comitê formado pelos comandos locais de cada órgão.

O secretário da Segurança Pública e Defesa Social, Ualame Machado, ressalta que este novo modelo, diferente do que ocorria antes, demonstra uma presença maior dos gestores nas regiões escutando as demandas e discutindo soluções.

"Procuramos fazer diferente, vir aos locais e junto com vocês discutir as soluções. Cada regional tem sua peculiaridade e, nesse projeto, a gente trabalha isso, ouvir os efetivos, o que atinge mais a região, trazendo também projetos que temos na Região Metropolitana de Belém", pontua.

Através das oficinas, realizadas na parte da tarde, são expostas as medidas exitosas na Região Metropolitana de Belém (RMB) e que, de acordo com a peculiaridade da Risp, serão colocadas em prática.

Gestão Integrada Regional

Ainda durante a apresentação foi instalado o Comitê Integrado de Segurança Pública e Defesa Social (Cispesds - Caeté), responsável pela elaboração do plano tático operacional, a ser executado por meio de gestão integrada.

"A nossa ideia é que, formalizando esse grupo, tornando ele oficial,  ele auxilie o Comitê Integrado de Gestores de Segurança Pública, que toma as decisões macro no que tange a segurança. Qualquer pedido vindo deste grupo, que é o porta voz de vocês, vamos trabalhar pois sabemos que é uma decisão tomada em conjunto, que todos concordam com ela" explicou Ualame.

Representante da Polícia Civil no Comitê Regional, o superintendente da zona bragantina, delegado Miguel Pinheiro, acredita que com órgão colegiado a integração será maior institucionalizada.

"É  um uma iniciativa muito válida pois a integração já existe. Você já tem uns canais de comunicação entre os policiais, mas não entre as instituições e é o que passa a ocorrer agora. Agora abre-se um canal direto e que torna mais eficiente o nosso trabalho aqui na ponta", destacou o superintendente. 

Participaram também do lançamento do projeto na região, o diretor do Centro Regional de Recuperação de Capanema, Rafael Vieira, representando secretário de administração penitenciária, Jarbas Vasconcelos; o coordenador de operações do Detran, Ivan Feitosa, representando a diretora do órgão, Renata Coelho; o sub comandante operacional do Corpo de Bombeiros, tenente coronel José Carlos Farias, representando o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, Hayman Souza; a Delegada-Geral Adjunta da Polícia Civil, delegada Daniela Santos, representando o Delegado-Geral,  delegado Walter Resende;  o Chefe do Estado Maior da Polícia Militar, coronel Marcelo Ronald de Souza, representando o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Dilson Júnior; e o coordenador das Unidades Regionais do Centro de Perícias Renato Chaves, Francisco Santos, representando o diretor do CPCRC, Celso Mascarenhas.

*Texto de André Macedo (Ascom/Segup)

 

Veja Também