SEGUP | Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social | www.segup.pa.gov.br

Dados da Siac apontam queda de 41% no crime de roubo, 41% no crime de furto e 50% no crime de latrocínio, todos se comparados com o mesmo período de 2020.

A Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) divulgou, nesta terça-feira (04), o resultado final da 2ª fase da Operação “Festas Seguras”, que abrangeu, de forma integrada, cerca de 40 localidades do Pará, com o objetivo de garantir maior segurança aos frequentadores que se deslocaram para os municípios do interior e aos balneários mais procurados durante as festividades de final de ano. 

A 2ª fase da operação foi iniciada no dia 23 de dezembro de 2021, e finalizada na última segunda-feira (03). Neste período foi observada grande movimentação de pessoas para o interior do estado, demandando maior efetividade nas atuações de prevenção e ostensividade policial somadas à integração dos órgãos de segurança para garantir resultados positivos e maior tranquilidade a todos.

“Nos locais de maior atração de turistas, nessa época do ano, nossas equipes estiveram presentes fortalecendo as ações do Sistema de Segurança Pública com policiamento ostensivo, assim como, com as fiscalizações nas rodovias e vias de acesso a esses locais. Os agentes também fiscalizaram os estabelecimentos comerciais, restaurantes, bares e casas de shows, e ainda, no cumprimento do Decreto 2.044, que exige o comprovante de vacinação contra a Covid-19. As consequências dessa atuação foram a contenção nas demandas de crimes e de ocorrências que exigiam a presença da Polícia Militar, da Polícia Civil, e do Detran", pontuou o secretário de Segurança Pública e Defesa Social, em exercício, coronel Alexandre Mascarenhas.

Crimes em queda

De acordo com dados levantados pela Secretaria Adjunta de Inteligência e Analise Criminal (Siac), entre os dias 23 de dezembro a 02 de janeiro de 2022, houve uma redução de 41% no crime de roubo em todo o estado, quando comparado com o mesmo período do ano passado. Foi registrada também uma redução de 41% no crime de furto, e 50% no crime de latrocínio. Ambos considerando o mesmo período citado. Os números representam 2.069 registros de roubo no ano de 2020/20021 e 1.211 computados em 2021/2022. Já em relação ao crime de furto foram registradas 2.403 ocorrências no ano de 2020/2021 e 1.416 no ano de 2021/2022. Quanto ao crime de latrocínio, no ano de 2020/2021 foram computados 4 casos. Já em 2021/2022, 2 casos foram registrados. 

Região Metropolitana

Na Região Metropolitana de Belém (RMB), a Polícia Militar promoveu a Operação Visibilidade, reforçando o policiamento ostensivo e preventivo em pontos estratégicos, nos grandes corredores urbanos e na área de saída e entrada da cidade.

Segundo a Siac, na RMB, o índice de redução foi de 36% nos casos de roubo registrados (1.122 registros em 2020/2021, e 718, em 2021/2022). Em relação aos registros de furto, foi computada uma redução de 41% nos casos (903, em 2020/2021, e 537, em 2021/2022). O crime de latrocínio alcançou uma redução de 100% nos casos quando comparados com o ano de 2020/2021, sendo 2 casos computados. Os números compreendem o recorte de 23 de dezembro a 02 de janeiro de 2020.  

“Apresar do fluxo de pessoas nos locais de maior atração de turistas nesta época do ano ter sido maior em 2021/2022 que 2020/2021 devido às restrições impostas para a contenção do Coronavírus, o Sistema de Segurança Pública do Estado conseguiu reduções significativas nos crimes contra o patrimônio, graças ao planejamento integrado coordenado pela Segup e a efetiva aplicação dos recursos necessários para o atendimento das demandas de segurança pública no Estado pelos órgãos do SIEDS e órgãos parceiros”, destacou o secretário, Alexandre Mascarenhas.


Produtividade
Entre as ações nas localidades que receberam reforço da Operação "Festas Seguras" destacam-se a fiscalização de mais de 3.300 bares e similares, e a abordagem de 63.705 pessoas, com mais de 400 prisões feitas por policiais militares, além da instauração de 122 Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO).

A Polícia Civil realizou o total de 591 registros de ocorrências, instaurou 144 procedimentos e efetuou 101 prisões. Já os militares do Corpo de Bombeiros orientaram 4.419 pessoas, realizaram 147 ocorrências, e ainda distribuíram mais de 1000 pulseirinhas para identificação de crianças nos balneários.

“A prevenção como sendo uma forte ferramenta que o Sistema de Segurança Pública usa nas suas atuações fez com que diminuíssemos a necessidade da repressão e assim pudéssemos conter o número das ocorrências criminais. Os policiais civis reforçaram as delegacias e diminuíram o tempo resposta para os cidadãos que precisaram do serviço Judiciária do Estado”, falou o titular da Segup em exercício. 

Trânsito e efetivo

Agentes do Departamento de Trânsito (Detran) autuaram 3.873 condutores, 158 por dirigirem sobre influência de bebida alcoólica. Foram registradas ainda 11 ocorrências de acidente na BR-316, sem vítimas e 3 ocorrências na rodovia PA-391, com uma vítima fatal.

A Operação "Festas Seguras" contou com o reforço no efetivo de 1.500 agentes de segurança, 227 viaturas (de duas e quatro rodas), além de viaturas de busca e salvamento e unidades de resgate do Corpo de Bombeiros, embarcações do Grupamento Fluvial (Gflu) e uma aeronaves do Grupamento Aéreo de Segurança (Graesp) para apoio na operação.

“O Corpo de Bombeiros se fez presente também, de forma massiva, nas praias de maior frequência de banhistas realizando a distribuição de pulseiras  para as crianças resguardando a  segurança delas e de seus familiares. Além da presença dos  guarda-vidas impedindo que várias pessoas pudessem a vir se afogar, através de orientações pra que saíssem de locais perigosos nas praias e balneários durante os banhos”, concluiu Alexandre Mascarenhas.

Por Walena Lopes (Segup).

 

Veja Também