SEGUP | Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social | www.segup.pa.gov.br

Decisão do governador Helder Barbalho, de incluir mais 732 candidatos habilitados na corporação, visa ampliar as ações de segurança pública

A edição extra do Diário Oficial do Estado (DOE) de 5 de janeiro de 2022 publicou a convocação de mais de 700 candidatos para o Curso de Formação de Oficiais e ao Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças da Polícia Militar do Pará. Os convocados integram o cadastro reserva em dois concursos da PM do Pará: do Edital nº 06-CFO/PMPA/Seplad e do Edital 06-CFP/PMPA/Seplad, ambos de 08 de janeiro de 2021.

Para a entrega de documentos à admissão no Curso de Formação de Oficiais foram convocados 97 candidatos. Para o Curso de Formação de Praças houve 635 convocações. Somando os dois editais, foram 732 pessoas habilitadas para o cadastro reserva da Polícia Militar.

Os candidatos do cadastro reserva deverão apresentar os documentos de habilitação para matrícula e incorporação nos respectivos cursos de Formação de Praças e Oficiais, de acordo com dia e horário definidos na publicação, para que iniciem as aulas ainda no dia 17 de janeiro, juntamente com os candidatos que preencheram as vagas ofertadas.

A convocação é resultado da decisão do governador Helder Barbalho, que anunciou no último dia 4 de janeiro que ampliaria o contingente da Polícia Militar, incluindo mais de 2,4 mil que preencheram as vagas ofertas em concurso público e mais de 700 que ficaram no cadastro reserva.

Redução de déficit histórico - "Os benefícios são imensos, porque contamos, além dos 2.405 aprovados inicialmente, com mais esse reforço dos excedentes. Tudo isso contribui para que possamos recompor, cada vez mais, os quadros. Recebemos a corporação com um déficit histórico: deveríamos contar com 32 mil PMs, tínhamos só cerca de 15 mil em 2019", informa o comandante-geral da corporação, coronel Dilson Júnior. "Serão 3,1 mil novos agentes reforçando a presença da Polícia Militar em todos os 144 municípios paraenses", destaca o comandante-geral.

Ana Paula Carvalho Teixeira, 20 anos, é uma das futuras praças da corporação. Segundo ela, as expectativas são as melhores para o curso de formação. "Para quem estava no cadastro reserva, que é o meu caso, a sensação é diferente, pois não pensávamos que iríamos ser convocados agora. E com a excelente decisão do nosso governador, tivemos a notícia que o nosso sonho se realizou. Me sinto ansiosa e disposta a aprender tudo que esse curso tem a nos ensinar, para ser a melhor profissional que eu puder para melhorar ainda mais a segurança do nosso Estado", afirma. "Me sinto honrada e extremamente feliz, com uma responsabilidade enorme. A segurança pública é assunto sério. Estudei e continuarei estudando para ser uma excelente profissional, competente, honesta e justa com a sociedade paraense", garante Ana Paula Teixeira.

Por Carol Menezes (Secom)

 

Veja Também