SEGUP | Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social | www.segup.pa.gov.br

No espaço estarão presentes diversos órgãos de fiscalização em um dos locais mais estratégicos para a segurança

Iniciativa inédita do Governo do Pará, a primeira base integrada flutuante da segurança pública denominada 'Antônio Lemos' está com 75% de sua obra concluída, ou seja, com os serviços de acabamento sendo realizados. Nesta etapa, estão sendo feitos os tratamentos necessários para que a estrutura possa receber a pintura e o acabamento interno, bem como o revestimento, a instalação de divisórias, tubulação de água, esgoto e eletroduto de elétrica, além da instalação da estação de tratamento de esgoto. 

As obras acontecem em um estaleiro localizado no bairro do Guamá, em Belém. Após a finalização desta etapa, a embarcação será conduzida para finalizar o processo no estreito de Breves, área pertencente a cidade de mesmo nome. 

"A finalização completa dela será no local onde vai ser feita a parte de infraestrutura. O trapiche, a parte do heliponto, por exemplo. Ela vai ser rebocada por um rebocador até o local, passando por Breves até chegar no local onde ela vai ficar, lá em Antônio Lemos", explicou o engenheiro civil e coordenador de projetos da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), Igor Matos. 

Investimento - O valor da obra corresponde a R$ 4,5 milhões. O padrão da base flutuante prevê quatro níveis: porão, dois convés e tijupá. O porão vai abrigar dois geradores para alimentação de energia, sistema de tratamento de esgoto sanitário, tanques de óleo diesel e espaço para armazenamento de carga. Já o convés principal terá recepção, sala de atendimento, banheiros, cela temporária masculina e feminina, seis salas de escritório com capacidade para 23 pessoas e sala para reunião. O espaço vai contar com área de apoio em terra, que terá estrutura de trapiche metálico modular, poço artesiano, canil e heliponto.  

No convés superior haverá copa, refeitório, espaço de convivência, banheiros e dormitórios para 25 pessoas. Na tijupá ficarão os painéis fotovoltaicos, aparelhos flutuantes, condensadores, caixa d'água e mirantes inferior e superior. Cada estrutura será adaptada para a realidade do local onde será instalada, podendo contar com uma infraestrutura terrestre de apoio.

Localização - A primeira base integrada flutuante da segurança pública, denominada "Antônio Lemos”, será instalada na margem direita do Rio Tajapuru, no distrito de Antônio Lemos. A localização é estratégica por ser um corredor histórico de transporte de drogas, contrabando, pirataria e crimes ambientais.

Integração - Além das forças de segurança, setores de fiscalização da Fazenda, Meio Ambiente, Receita e Justiça Federal atuarão de forma integrada na base.

Outras duas bases integradas de segurança pública serão instaladas até o final de 2022, uma no município de Óbidos, no Oeste, e a outra em Abaetetuba, no Baixo Tocantins.

Por Aline Saavedra (Ascom/Segup)