Início » Servidores são qualificados para captar recursos para investimentos no Estado

Servidores são qualificados para captar recursos para investimentos no Estado

Cerca de 50 servidores da segurança pública e Parapaz participam nesta semana, de 25 a 29 de novembro, dos cursos “Elaboração de Projetos e Captação de Recursos” e “Plataforma Mais Brasil”, voltados para quem atua direta ou indiretamente com licitações e contratações administrativas. A capacitação, promovida pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup), é realizada com apoio Escola de Governança Pública do Estado do Pará (EGPA).

A abertura das atividades, iniciadas nesta segunda-feira (25), contou com a presença da diretora-geral da EGPA, Evanilza Marinho, e do secretário de Segurança Pública, Ualame Machado, que falou aos participantes sobre a importância para o Estado em ter servidores qualificados nessa área.

“Essa capacitação reflete no bom funcionamento do Estado e, consequentemente, em melhorias para a sociedade, porque na medida em que o servidor sabe elaborar um projeto, nós conseguimos com a aprovação dele trazer mais recursos para os órgãos da segurança pública. Isso significa mais investimentos em novas tecnologias, equipamentos, melhoria de trabalho e, claro, benefícios para a população paraense”, afirmou Ualame Machado.

A diretora-geral da EGPA, Evanilza Marinho, explicou sobre o conteúdo que os alunos irão receber. “Serão duas formações que se completam. Os alunos vão aprender a trabalhar com Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse do Governo Federal (Siconv), da Plataforma Mais Brasil, e também com a elaboração de projetos, captação de recursos, aplicação e prestação de contas”, disse.

Entre os participantes estão servidores das polícias Civil e Militar, do Corpo de Bombeiros, do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, Departamento de Trânsito e da Secretaria de Estado de Administração Penitenciaria (Seap). A qualificação será ministrada pelo professor e consultor na área de elaboração de projetos e captação de recursos, Fabrício Gomes, e pelo especialista em gestão de projetos na administração pública, Gabriel Oliveira.

Por Laís Menezes