Início » Segup monta esquema de segurança para RExPA

Segup monta esquema de segurança para RExPA

Para garantir a segurança e a tranquilidade dos torcedores do Remo e Paysandu, que jogam pelo Campeonato Paraense de Futebol (Parazão) no próximo domingo (17), foi estabelecido um esquema de ações em reunião nesta quarta-feira (13). As estratégias foram definidas entre a Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup), órgãos da segurança estadual, municipal e Ministério Público do Estado (MPE).

O objetivo é prevenir tumulto entre torcidas, no acesso ao estádio e coibir crimes. Serão mais de 800 agentes atuando a partir das 7h da manhã de domingo, em pontos estratégicos da Região Metropolitana de Belém, como avenidas Augusto Montenegro e Almirante Barroso, BR-316, e os bairros de São Brás, Cidade Nova, Paar e Benguí.

Para esse jogo, o acesso ao estacionamento interno pelo anel viário do Estádio Olímpico do Pará – Mangueirão será limitado aos motoristas que já possuírem ticket do espaço. A intenção é evitar tráfego de veículos na área onde se acumulam muitos pedestres.

“A grande novidade para esse RExPA é que será feita uma triagem e somente poderão acessar o estacionamento interno do estádio os veículos que já possuírem o ticket, que está sendo vendidos previamente nos clubes. Isso porque muitas vezes os veículos passam pelo anel viário, não conseguem ingresso e precisam voltar, causando um grande transtorno por conta da aglomeração de torcedores nesse local. Por isso, tanto os tickets de estacionamento quanto os ingressos para o jogo só estarão disponíveis para a venda oficial nos clubes, previamente, e não no dia da partida”, explicou o secretário adjunto de operações da Segup, Luciano de Oliveira.

Durante a reunião também ficou estabelecido que, além das delegações, as torcidas organizadas serão escoltadas até o Mangueirão para evitar conflito entre os grupos. Os vendedores ambulantes terão espaço delimitado pela Secretaria de Economia do Município (Secon) e pela Ordem Pública Municipal, para não prejudicar o fluxo de carros e pessoas.

Para o promotor do MPE, Domingo Sávio Campos, o trabalho integrado é muito importante para o sucesso do evento. “O Ministério Público sempre estará presente para apoiar tudo que o estatuto do torcedor prescreve para grandes eventos esportivos, como é o caso deste. E saio daqui muito esperançoso e entusiasmado pelo que eu ouvi do novo secretário adjunto de operações, pela proposta que foi colocada. Vamos trabalhar juntos para que o torcedor paraense tenha tranquilidade”, avaliou.

Atendimento pré-hospitalar -Três ambulâncias do SAMU, sendo uma UTI móvel e duas básicas, estarão de prontidão nas Unidades Básicas de Saúde da Marambaia e Dr. Freitas para qualquer acionamento de urgência e emergência. Nas imediações do estádio, duas unidades de regate do Corpo de Bombeiros Militar (CBM) darão o apoio, além de 90 agentes.

Aparato – A Polícia Militar irá contar com mais de 650 homens distribuídos nas áreas internas e externas do Mangueirão, percurso e pontos de saturação na RMB para assegurar a ordem e evitar roubos e outros delitos. Ao todo, 24 viaturas, 25 conjuntos da cavalaria e 15 motocicletas estarão empregadas para o RExPA.

A Polícia Civil terá reforço no contingente policial da Seccional da Marambaia e vai instalar uma delegacia móvel dentro do estádio para rápido atendimento em caso de ocorrências. A Delegacia de Meio Ambiente (Dema) também estará presente para coibir poluição sonora. No total, 20 policiais e quatro viaturas farão parte da operação.

Agentes do Departamento de Trânsito do Estado (Detran) estarão mobilizados na área interna de acesso ao Mangueirão para realizar o controle de fluxo de veículos, fiscalização de sons automotivos e testes de etilômetro (bafômetro).

Já a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob) fará o controle do trânsito nas avenidas Augusto Montenegro e Centenário, vias de acesso à partida. Os agentes farão a programação semafórica, a chamada “Onda Verde”, das 18h às 20h, para a rápida evacuação dos veículos após o final do jogo. A Guarda Municipal de Belém (GMB) também dará apoio nas ações de segurança com 35 agentes em 13 viaturas, sendo cinco quatro rodas e oito duas rodas.

O Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp) estará de prontidão para atuar em caso de necessidade, com um helicóptero e quatro militares. O percurso e áreas de concentração de público, como paradas de ônibus, estarão sob monitoramento das câmeras do Centro Integrado de Operações (Ciop).

Por Laís Menezes
Imagem: Elielson Modesto