Início » PM do Pará comemora 200 anos com promoção de militares

PM do Pará comemora 200 anos com promoção de militares

Governador Jatene e Comandante PM cel. Hilton Benigno - Crédito: Diego Monteiro

Seiscentos e setenta e quatro policiais militares foram promovidos na manhã desta terça-feira (25), na sede do Comando Geral da PM. A promoção celebra os 200 anos de criação da corporação no Pará e confirma a proposta do Governo do Estado de valorização da carreira nos últimos anos.

“Todos os anos, mesmo com a crise, temos procurado garantir duas promoções por ano. Com isso, o que a gente pretende é que cada vez mais o policial se sinta reconhecido e valorizado, e nesse sentido, mais disposto, mais disponível e dedicado ao combate à violência e criminalidade”, destacou o governador Simão Jatene, que também participou da solenidade da entrega de medalha do mérito policial militar “Coronel Fontoura”, destinada a agentes, autoridades civis e militares das Forças Armadas. Foram 80 medalhas, sendo 60 do grau Cavaleiro e 20 do grau Comendador.

A corporação é composta hoje por aproximadamente 16,5 mil militares. “O sentimento é o melhor possível, a gente aguarda a promoção com bastante ansiedade porque estamos trabalhando ao longo desses 21 anos para poder galgar os postos dentro da PM. Esse é o penúltimo posto da instituição e estou muito feliz porque eu também estou comandando um batalhão, que é o 26° Batalhão, que fica em Outeiro. Então, hoje é um dia de muita alegria, estendida à minha família, à tropa como um todo e à sociedade paraense”, disse o novo tenente coronel Jandir Leão, um dos oficiais promovidos. Ao todo, a promoção foi para 49 oficiais e 625 praças.

O evento foi presidido pelo comandante geral da PM, coronel Hilton Benigno. “Uma instituição policial militar completar 200 anos no país é incomum, e na Amazônia, muito mais. A Polícia Militar é patrimônio do povo paraense, a história dela se confunde com a história do próprio Estado. Então, essa data é motivo de orgulho para todos nós, paraenses”, destacou o comandante da PM, coronel Hilton Benigno.

“O Corpo de Bombeiros nasceu da Polícia Militar, então esta é nossa casa também. Todas as datas de felicitações que são importantes para a polícia, são importantes pra gente também. O que fica mais evidente é essa parceria, o respeito que existe entre as forças e a gente mantém a linha de estar sempre ao lado. Somos todos militares do Estado”, pontuou o Comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Antônio Zaneli.

“São 200 anos de uma história de muita luta, de transformação, de vitórias e derrotas. Mas, seguramente que a Polícia Militar teve muito mais conquistas para comemorar ao longo desses 200 anos”, disse o secretário adjunto de Segurança Pública e Defesa Social, coronel André Cunha.

Desfile histórico - Abrindo o desfile, estavam 72 alunos da Escola Militar de Marabá. “Esse é um marco para a PM, não só pelo ineditismo da iniciativa, mas pelo orgulho de fazermos parte de um projeto que é o maior projeto de prevenção que a PM teve nesses 200 anos. Estamos trabalhando a ampliação desse projeto para Paragominas, Santarém, Parauapebas e vários outros municípios”, ressaltou o coronel Carlos Emílio Ferreira, diretor de Polícia Comunitária e Direitos Humanos da PMPA, que conduz o processo para a implementação da Escola Militar no Pará. A primeira Escola Militar do Pará já conta com 1.100 alunos.

Ao todo, desfilaram 354 militares de várias unidades, divididos em 11 subgrupamentos. Além de autoridades militares e civis, desfilaram ainda 30 integrantes do Proerd e 30 do projeto de equoterapia.

Histórico de conquistas - São muitos os avanços já implementados pela Polícia Militar do Pará. Nos últimos anos, foram construídos novos quartéis em Marabá, Santarém, Redenção, Belém, Ananindeua e Icoaraci. Foram adquiridos aproximadamente 8 mil coletes balísticos, 255 fuzis dos calibres 7,62 e 5,56, 130 espingardas calibre 12, 700 carabinas e 2.808 pistolas do calibre 40, além de veículos, motocicletas e quadriciclos, computadores, drones, radares móveis, equipamentos de menor potencial ofensivo e mobília.

Só este ano, houve um aumento da tropa em quase 3 mil militares. O governador Simão Jatene também baixou decreto chamando 500 militares da reserva. Já a gratificação da jornada operacional extraordinária teve seu valor dobrado para desestimular a atuação fora do serviço dos quartéis.

A Polícia Militar do Pará também investiu em capacitação. Só no ano passado, foram quase 11.000 policiais militares capacitados. Já neste ano, foram cerca de 3.150.

 

Por Syanne Neno