SEGUP | Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social | www.segup.pa.gov.br

A tecnologia vem se tornando cada vez mais uma forte aliada no combate à criminalidade. E por essa razão, o Governo do Pará, por meio da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) vem trabalhando de maneira contínua nos três I’s: investimento, integração e inteligência. Desta vez, o investimento se concretizou com a aquisição de nove miras holográficas, sendo oito de visão noturna e uma termal. A compra foi feita por meio do Fundo de Investimento da Segurança Pública (FISP) no valor de aproximadamente R$ 1 milhão.

Os equipamentos serão utilizados pelas equipes especializadas em diligências que ocorrem, principalmente, em área de mata, em decorrência de roubo a veículos de transporte ou assalto a banco, por exemplo, como explica o secretário de segurança pública e defesa social do Pará, Ualame Machado.

“É importante nós darmos a missão, mas também darmos os meios para que as forças especiais possam atuar nesse caso específico, com visão noturna, com termal em ambientes hostis, escuros e de mata, e até mesmo pela visão aérea identificar e neutralizar qualquer situação adversa. Em razão disso, nós estamos investindo com a parcela destinada a Polícia Civil, com as verbas do FISP, que é o Fundo de Investimento da Segurança Pública, cerca de R$ 1 milhão adquirindo equipamentos de ponta para as forças especiais da Polícia Civil, em especial a Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE) e outros grupos especiais que também trabalham no combate à criminalidade, seja no roubo a banco, tráfico de drogas e todas as incursões que são necessárias nas matas e nos rios à noite e que realmente são situações desafiadoras para a segurança pública”, destacou.

Capacitação - Para o manuseio do equipamento, mais de 30 Policiais Civis da Core receberam treinamento no Curso Operacional para manuseio das “Miras holográficas termal e noturna", realizado por um representante da empresa israelense Israel Weapon Industries (IWI), nesta quinta-feira (18). Pela manhã, os equipamentos foram apresentados aos agentes, além de toda a teoria sobre o uso do mesmo, no auditório Ione Coelho na Delegacia Geral de Polícia Civil. Já no período noturno, será realizado a parte prática de uso das miras, no Instituto de Ensino de Segurança do Pará (IESP).

“O investimento do Estado na segurança pública tem feito toda a diferença para que nossos serviços tenham ainda mais efetividade nas investigações e operações diárias. Com as miras adquiridas, os policiais civis ganham na velocidade e engajamento dos alvos, conseguindo ver todo o campo de combate com mais rapidez e melhor precisão para agirem. Sem dúvidas, os equipamentos, vão nos auxiliar com melhores resultados em nossas ações”, disse o delegado geral Walter Resende.

Fisp - O Fundo de investimento da Segurança Pública (FISP), vinculado à Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup), foi criado com o intuito de angariar recursos decorrentes da prestação de serviços das forças policiais, a exemplo de pagamentos feitos de taxas de prestação de serviços, emissões de carteira de identidade, taxas de licença de eventos e festas, emissão de habite-se, vistoria em geral e outros serviços disponíveis pela segurança pública.

O FISP faz o gerenciamento desses recursos com o objetivo de atender as demandas das forças de segurança no que diz respeito às melhorias das operações e ações de cada instituição, reforma de estabelecimentos, reaparelhamento, entre outros. Este fundo é destinado apenas aos órgãos que compõem o sistema de segurança pública estadual.

Por Aline Saavedra (SEGUP)

 

Veja Também