SEGUP | Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social | www.segup.pa.gov.br

Além de revistas em unidades penitenciárias, a iniciativa inclui o recadastramento biométrico de familiares de custodiados.

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) iniciou nesta quarta-feira (7), a Operação Verão Seguro, destinada ao combate ao crime organizado em Salinópolis, na região Nordeste. Realizada por meio do Comando de Operações Penitenciárias (Cope), Diretoria de Administração Penitenciária (DAP), Assessoria de Segurança Institucional (ASI) e Central Integrada de Monitoramento Eletrônico (Cime), a operação conta com a participação de 30 policiais penais, e vai prosseguir até o final de julho.

A Operação Verão Seguro começou com uma revista no Centro de Recuperação Regional de Salinas (CRRSal). Não foi encontrado nenhum objeto ilícito. Revistas semelhantes em todas as unidades situadas nos balneários também estão sendo realizadas. A ação incluiu ainda a abordagem e fiscalização dos custodiados com monitoramento eletrônico no município.

Além dessas atividades, foi iniciada a notificação para o recadastramento biométrico de familiares dos custodiados, com o auxílio de policiais penais da Cime. As notificações são entregues nas residências dos familiares, que devem comparecer ao Batalhão de Polícia Militar (BPM), onde foi montada uma base da Seap para o recadastramento. São 500 visitantes cadastrados, moradores de Salinópolis. A medida, que abrange custodiados de Salinas e outros municípios, beneficia os familiares, que podem, ao longo do mês, realizar o cadastro biométrico em um local com melhor acesso, no centro da sede municipal.

A Cime fará um perímetro virtual e controlará a chegada de todo e qualquer monitorado que se aproxime de Salinas, além disso fará abordagens nas barreiras rodoviárias policiais e do Departamento de Trânsito do Pará (Detran), a transeuntes, condutores e passageiros de veículos suspeitos de serem foragidos ou evadidos do sistema penal.

A operação tem como principais objetivos a manutenção de protocolos de segurança e a garantia que os procedimentos estão sendo cumpridos, para tranquilidade de moradores e visitantes do município – visto que no mês de férias Salinas tende a receber mais visitantes. A operação mantém ainda o controle da população carcerária, assegurando a estabilidade e a segurança nas unidades penitenciárias.

Políticas de segurança - Para o titular da Seap, Jarbas Vasconcelos, as operações fortalecem as políticas de segurança implementadas pela Secretaria, que em conjunto com a coleta biométrica exercem o direito garantido por lei e diminuem possibilidades de fraude.

O secretário acrescentou que a operação visa desarticular a organização criminosa que atua em Salinas, cortando qualquer conexão regional e nacional entre esses grupos. "Fiscalizar e monitorar as pessoas privadas de liberdade sob monitoramento eletrônico são ações efetivas para o combate da criminalidade e garantia da segurança pública", afirmou Jarbas Vasconcelos.

A Operação Verão Seguro ocorre paralelamente ao cumprimento de mandado de prisão, durante a Operação Protection, realizada pela Polícia Civil com apoio da Seap, que resultou na prisão de um acusado de crime cibernético, vinculado à organização criminosa que vem ameaçando autoridades do Governo do Pará.

Por Vanessa Van Rooijen (SEAP)

 

Veja Também