SEGUP | Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social | www.segup.pa.gov.br

As cidades paraenses com menor índice de isolamento nessa terça-feira (23) foram Abel Figueiredo (22,8%) e Bagre (23,1%)

O Pará ficou na 14ª posição no ranking nacional de isolamento social na última terça-feira (23), com taxa de 37,80% das pessoas em casa para evitar a proliferação da Covid-19.

Secretário estadual de Segurança Pública e Defesa Social, Ualame Machado destacou que o distanciamento social precisa ser mantido e os índices de isolamento melhorados para que não tenhamos uma nova onda de contaminação.

“O distanciamento social ainda é indispensável. É importante manter a consciência de que o vírus ainda circula entre nós, mesmo tendo o nosso sistema de saúde sob controle, mas os cuidados com a higiene e o uso da máscara é fundamental para que possamos nos proteger e evitar uma nova onda de contagio”, disse o titular da Segup.

MUNICÍPIOSAs cidades paraenses com menor índice de isolamento nessa terça-feira (23) foram Abel Figueiredo (22,8%) e Bagre (23,1%). Já as que alcançaram melhores índices foram Cachoeira do Piriá e Limoeiro do Ajuru, ambas com 50% de pessoas em casa.

BAIRROS

Na capital paraense e em Ananindeua foram registrados, respectivamente, os índices de 39,9% e 37,a%. Em Belém, incluindo os distritos, os bairros com as maiores taxas de pessoas em casa foram: Tenoné (52,3%), Val-de-Cães (50%) e Pratinha (49,1%). Já as piores taxas ficaram com Curió-Utinga (16,7%), Maracacuera (24,6%) e Águas Lindas (25%).

Em Ananindeua, os melhores índices foram registrados nos bairros Júlia Sefer (45,9%), Águas Lindas (45,3%) e Águas Brancas (44,1%); as piores taxas foram observadas em Guanabara (26%), Maguari (28,3%) e Levilândia (29,4%).

Serviço:

O percentual de isolamento nos 144 municípios paraenses e o monitoramento completo estão disponíveis e atualizados diariamente em um espaço exclusivo sobre os índices no site da Segup.

Por Walena Lopes

 

Veja Também