SEGUP | Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social | www.segup.pa.gov.br

Os agentes de segurança fazem cumprir os decretos municipais destinados a conter a proliferação do novo coronavírus durante o verão amazônico

O resultado do primeiro final de semana do mês de julho foi marcado por uma intensa movimentação de veranistas para os principais balneários, em especial os localizados na região nordeste, na costa atlântica paraense. Por meio da Operação Verão Mais Seguro: Saúde, Segurança e Responsabilidade, agentes do Sistema de Segurança Pública do Pará (Sieds) iniciaram a atuação em 40 localidades.

Em Salinópolis, que recebe milhares de pessoas, mais de 200 agentes de segurança das polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Departamento de Trânsito do Estado (Detran), Centro de Perícias Científicas Renato Chaves (CPC) e Defesa Civil  atuaram em ações de prevenção e ostensividade. O objetivo da operação, este ano, é garantir aos veranistas lazer, mas respeitando as determinações dos decretos municiais sobre as medidas de prevenção à Covid-19.

“O governo do Estado está atuando em parceria com as prefeituras do interior, onde está sendo realizada a Operação Verão, visando dar cumprimento aos decretos municipais estabelecidos para conter a proliferação do novo coronavírus durante o verão amazônico. Neste verão, o foco da nossa ação não será somente o de garantir segurança com a ostensividade nos interiores, mas também o de dar cumprimento aos decretos que delimitam a circulação e aglomeração das pessoas em combate à pandemia que estamos vivendo. Responsabilidade com a saúde dos paraenses é um dos compromissos das ações deste ano da Operação Verão 2020”, destacou o secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Ualame Machado.

No primeiro final de semana de julho houve uma redução de 35% nos Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLI) em todo o Estado, quando comparado com o mesmo período do ano passado. Por meio da Operação Visibilidade, a Polícia Militar atua na Região Metropolitana de Belém garantindo o reforço do policiamento ostensivo e preventivo em pontos estratégicos dos grandes corredores de fluxo, além do monitoramento de inteligência para combate ao tráfico de drogas e às ameaças de segurança pública. Na RMB a redução registrada, em relação aos crimes violentos, foi de 17% comparado com período equivalente.

Trânsito seguro – O Departamento de Trânsito (Detran) registrou um intenso fluxo de veículos neste primeiro final de semana. Mais de 500 veículos excederam o limite de velocidade, a partir de imagens dos radares portáteis, manuseados por agentes do órgão nas estradas estaduais. Quinze autuações e oito prisões por alcoolemia já foram registradas. Quatro condutores em Salinópolis; um em Belém e outros três em Barcarena foram presos por dirigir sob o efeito de álcool, mostra o balanço de produtividade parcial. O fluxo mais intenso nos primeiros dias de julho foi registrado em Salinópolis, Barcarena (na Praia do Caripi) e em Santarém.

Ostensividade - A Polícia Militar realizou 13.804 abordagens durante esse primeiro final de semana de julho, nas 40 localidades onde ocorre a Operação Verão 2020. Foram fiscalizados 334 bares e similares que atuavam de forma irregular, em descumprimento ao decreto governamental. Foram realizadas, também, 112 prisões em flagrantes e mais de 6 mil abordagens a carros e motocicletas.

Fiscalização - Somente em Salinas, nesse final de semana, 25 estabelecimentos foram fiscalizados, dois estabelecimentos foram fechados devido à falta de documentação correta e 16 apresentaram alvarás atrasados, sendo autuados pela Polícia Civil. Uma festa com a participação de mais de 200 pessoas foi interrompida e encerrada pelas equipes das polícias Civil e Militar. A festa era promovida no bairro Atlântico 01.

Prevenção na água – O Corpo de Bombeiros Militar realizou 1.198 orientações aos veranistas, quatro atendimento pré-hospitalar e localizou três crianças que haviam se perdido.

Perícia - Em Salinas e adjacências o Centro de Perícias Científicas Renato Chaves atendeu a ocorrências, principalmente de perícias de constatação de entorpecentes para drogas apreendidas pelas polícias Civil e Militar, além de exames sexológicos e de lesão corporal. Em Mosqueiro (distrito de Belém), as ocorrências foram relacionadas à perícia de constatação de entorpecentes, e ainda a danos ambientais e de propriedade.

“A atribuição da segurança pública é de fiscalizar os estabelecimentos que não estejam atendendo às normas estabelecidas, além de vistorias e monitoramento dos balneários. Os órgãos de segurança de forma integrada estão trabalhando em apoio aos órgãos municipais, para que possamos fazer valer o que ficou definido no decreto de cada município. Em Salinas, Mosqueiro e Outeiro estamos com o Centro Integrado de Comando instalado, onde estão reunidas todas as forças de segurança do Estado para garantir mais agilidade e atendimento às demandas dos veranistas”, finalizou Ualame Machado.

Por Walena Lopes

 

Veja Também