SEGUP | Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social | www.segup.pa.gov.br

O evento integra o calendário dos 16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as mulheres, iniciado em 25 de novembro passado

A Polícia Civil do Pará, por meio das Diretorias de Atendimento à Grupos Vulneráveis (DAV) e Polícia Metropolitana (DPM), promoveu nesta segunda-feira (6), uma manhã de capacitação para policiais civis homens da Região Metropolitana de Belém. A Campanha do Laço Branco foi realizada no auditório Ione Coelho, na sede da Delegacia Geral, em Belém. A iniciativa procurar sensibilizar, envolver e mobilizar os homens para ações de enfrentamento de todas as formas de violência contra a mulher. 

A campanha marca o "Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência Contra as Mulheres", e integra o calendário dos 16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as mulheres, iniciado em 25 de novembro passado, Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres - e que segue até a próxima sexta-feira (10). 

“É muito importante que essa temática seja abordada todos os dias, principalmente dentro da Polícia civil, onde recebemos diariamente essas demandas, portanto é ainda mais importante o engajamento dos servidores para que possamos oferecer um atendimento adequado à vítima que chega a qualquer uma de nossas delegacias. Dentro desta proposta, faremos um mutirão específico, em que os policiais homens vão iniciar investigações com a perspectiva de serem instaurados 200 inquéritos de violência contra a mulher, a partir de ocorrências já registradas”, informou a delegada, Ariane Melo, titular da Diretoria de Atendimento à Grupos Vulneráveis (DAV), da Polícia Civil.

Campanha Laço Branco – Mais de 60 Policiais Civis participaram de palestras com temáticas sobre violência contra a mulher, como: “Reflexão, desconstrução e conscientização da atuação policial masculina”, além da Capacitação de atendimento à violência doméstica.  Ao término da capacitação, todos os diretores de seccionais e delegacias receberam documentos referentes aos Boletins de Ocorrências (BO) registrados, os quais vão ser investigados e  instaurados procedimentos Policiais. 

Para a delegada-geral adjunta, Daniela Santos, a iniciativa de reunir os policiais visa capacitá-los para realizar esse atendimento. “O objetivo da Polícvia Civil é capacitar os policiais para  oferecer o melhor atendimento, desde a chegada da vítima em uma unidade, até os próximos passos a serem dados, e também de como deve ser a atuação policial diante da violência de gênero. Com essa ação, vamos levá-los a uma compreensão das terminologias que envolvem o combate à violência de gênero e também especializá-los na autuação de homens que praticam a violência contra a mulher, além de distribuir investigações policiais para que eles façam a autuação em benefício dessas vitimas", pontuou a delegada Daniela Santos.

Ações - Na próxima sexta-feira (10), será realizado o 1º Encontro Técnico de Delegacias Especializadas em Atendimento à Mulher, com ampla discussão, troca de conhecimentos e de novas metodologias e diretrizes para o planejamento na área de atendimento a mulheres em situação de violência. O evento também presentará estratégias interdisciplinares que possam contribuir para melhorias no âmbito da segurança pública.

“A campanha celebrada hoje marca um trabalho que temos feito desde o início de nossa gestão, fazendo com que nossos policiais se sensibilizem no enfrentamento da violência doméstica. Iniciamos as capacitações desde os Territórios pela Paz e estendemos a todas as unidades da região metropolitana de Belém. Hoje, queremos sensibilizá-los mais ainda na atuação das diretorias e continuarmos atuando forma eficiente em todas as nossas unidades policiais”, enfatizou o diretor de polícia metropolitana, Daniel Castro.

Por Roberta Meireles (PC)

 

Veja Também