SEGUP | Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social | www.segup.pa.gov.br

Entre os principais crimes esclarecidos com a parceria da sociedade, estão os maus-tratos a idosos e animais, perturbação do sossego, violência doméstica, abandono de incapaz e jogos ilegais

Na última quarta-feira (29) foi estourado um apartamento que funcionava como casa de bingo e jogos de azar, na avenida Nazaré, em bairro homônimo, de Belém. Com base em investigações de denúncias para o canal 181, os policiais chegaram ao local, apreenderam 16 máquinas de bingo e detiveram três pessoas em flagrante.

O Disque Denúncia é um canal disponível à população que pode e deve fornecer informações sobre crimes iminentes e sobre ocorrências ilegais já consumadas. Qualquer cidadão com informação que possa contribuir para esclarecer crimes, deve  colaborar com a polícia.

Outro canal que também pode ser utilizado pela sociedade é o Whatsapp do Disque Denúncia: (91) 98115-9181. O número está disponível para todos os paraenses. As mensagens enviadas são recebidas pela atendente virtual, Iara (Inteligência Artificial Rápido e Anônimo) que desenvolve um diálogo a partir de informações solicitadas, para que os relatos possam ser apurados com o máximo de precisão. Por este canal também é possível enviar foto, vídeo e áudios que possam auxiliar nas investigações com total sigilo.

A Secretaria de Segurança Pública disponibiliza ainda o campo do chatbot (bate-papo), na parte inferior de todos os sites dos órgãos da área de segurança pública do Pará, como o da própria Segup, polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros. Há também a oferta de formulário on line para o recebimento de denúncias no site segup.pa.gov.br. Após o recebimento das informações e o preenchimento de protocolo, as denúncias são destinadas aos órgãos competentes.

Entre os principais tipos de crimes esclarecidos com a parceria da sociedade, estão os casos de foragidos da Justiça, maus-tratos a idosos e animais, perturbação do sossego, violência doméstica, abandono de incapaz e jogos ilegais. Para atendimento de urgência e imediato, o contato deve ser feito com o Centro Integrado de Operações (CIOp), ligando para o canal do 190.

Diretora do Disque Denúncia, delegada Márcia Contente frisa que as denúncias ao Disque Denúncia são gratuitas, sigilosas e anônimas. “É uma ferramenta de controle social na medida em que o cidadão intervém diretamente na prevenção das ações criminosas, nas soluções de crimes investigados pela polícia e assim contribui de forma contundente com a segurança. Pelo canal do 181, a pessoa fala diretamente com a atendente, e neste ano nós tivemos uma inovação de caráter nacional”.

A diretora relembrou o pioneirismo da atual gestão que ampliou os canais de comunicação com a sociedade, garantindo maior praticidade e acessibilidade à sociedade.

“O Pará é o primeiro estado do Brasil a ter 4 sistemas integrados para o cidadão se comunicar diretamente com a segurança pública. Além do número 181, temos também o WhatsApp, atendido pela Iara, que é a versão on line do atendimento eletrônico, o ChatBot e o Formulário Web. O Disque Denúncia tem um apelo muito significativo para manter a ordem e integrar a sociedade no auxílio de elucidações de crimes juntamente com a segurança pública”, observou.

BALANÇO

De janeiro a junho de 2020, foram computadas mais de 82 mil denúncias pelo canal 181, o que representa 87% das ligações feitas pela sociedade ao Disque Denúncia.

De 27 de março até 30 de junho, quando os demais canais passaram a servir à população, foram registradas 11.579 denúncias via WhatsApp; 791, ChatBot; e 308 por Formulário Web. Os municípios que mais colaboram com informações, neste período, foram Belém, Ananindeua, Abaetetuba, Marituba, Castanhal, Barcarena, Benevides, Marabá, Capanema e Santarém.

Por Walena Lopes

 

Veja Também