SEGUP | Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social | www.segup.pa.gov.br

Equipes dos órgãos de segurança pública estiveram nas ruas para resguardar a vida dos que foram prestar homenagens neste domingo (10)

Um Círio diferente do realizado em anos anteriores, quando o mundo não vivia a pandemia do Coronavírus, mas especial pela flexibilização que proporcionou aos devotos exercitar a fé e rever nas ruas e nos céus o Círio de Nossa Senhora de Nazaré. É desta forma que pode ser definido o Círio 2021, conhecido por muitos como o "Natal dos paraenses".

Com o avanço da vacinação e a queda no número de novos casos no estado do Pará, o Círio deste ano trouxe novidades, como o traslado de ida e volta, na sexta-feira (08), da imagem peregrina da capital para o município de Marituba e no domingo, como o esperado,  mais pessoa nas ruas, o que exigiu dos órgãos segurança pública uma atenção redobrada. 

No domingo (10), data maior de celebração dos devotos de Nossa Senhora, o Sistema de Segurança Pública estimou um público de aproximadamente 400 mil pessoas, preliminarmente, faltando ainda o dado final ser consolidado, pelo corredor que percorreria a imagem na berlinda, totalizando um percurso de 3 km. 

Militares do Corpo de Bombeiros, policiais militares, agentes de trânsito, da Defesa Civil, e demais órgãos que compõem a operação Círio 2021, coordenada pela Secretaria de Segurança Pública (Segup), estiveram nas ruas para resguardar a vida dos que foram prestar homenagens.

O planejamento inicial não contemplava o fechamento das vias, uma vez que não teria procissões oficiais, porém, na noite do sábado e a manhã de domingo, policiais militares, guardas municipais de Belém, do Detran e da Superintendência de Mobilidade Urbana de Belém (Semob) fecharam as vias para impedir o fluxo de veículos e resguardar a vida dos fiéis. Conforme o público ia avançando, as vias tomavam o seu fluxo como de costume. 

O secretário adjunto de operações da Segup, Coronel Alexandre Mascarenhas, avalia a operação positivamente e destaca que não houve nenhuma ocorrência com gravidade. “Todo o planejamento que foi feito pelo sistema de segurança pública, através dessas instituições integradas, foi cumprido pelas instituições e tivemos êxito em todas as ações que foram desenvolvidas nas ruas”, avaliou.

No domingo do Círio, data que requer o trabalho potencializado dos órgãos de segurança pública e defesa social, teve planejamento especial coordenado pela Segup.”Toda a segurança necessária esteve nas ruas para que o povo pudesse cumprir a sua devoção à Nossa Senhora de Nazaré. Neste domingo, o sistema de segurança resolveu fechar todas as vias transversais ao trajeto que é tradicional do Círio e tudo transcorreu normalmente. Notamos poucas ocorrências envolvendo saúde, poucas ocorrências também envolvendo o entorno do Centro de Nazaré e conseguimos dar toda segurança para quem acompanhou o trajeto”, afirmou o coronel.

CICC 

Cada momento foi acompanhado pelos representantes de mais de 15 instituições que compõem a operação e estavam presentes no novo Centro Integrado de Comando e Controle (CICC). De maneira virtual e em tempo real, mais de 20 câmeras de monitoramento  instaladas no percurso foram acompanhadas pelo CICC que, caso houvesse necessidade, teriam tempo hábil para a tomada de decisão mais eficaz e imediata. Também houve o uso, de forma inédita, de câmeras corporais (body cams) para somar as ações, além dos equipamentos de vídeo que realizam a leitura de placas veiculares e conseguem identificar irregularidades administrativas e criminais do proprietário do veículo. 

 

Ocorrências 

Nos seis postos da Cruz Vermelha instalados no percurso, apenas uma ocorrência de maior potencial foi registrada. Uma pessoa apresenta sintomas característicos de um Acidente Vascular Isquêmico e foi conduzida até o Pronto Socorro Municipal. As polícias Civil e Militar não computaram nenhuma ocorrência agravante. 

Por Aline Saavedra (SEGUP)

 

 

Veja Também