SEGUP | Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social | www.segup.pa.gov.br

Publicado em 19/11/2020 14h37
 

O Departamento de Trânsito do Estado (Detran) segue com o prazo aberto para o credenciamento de clínicas médicas no interior do Estado. Com a ampliação do serviço, será possível ofertar serviços médicos e psicológicos nos municípios de Barcarena, Conceição do Araguaia, Dom Eliseu, Curionópolis, Jacundá, Monte Alegre, Novo Progresso, Óbidos, Oriximiná, Salinópolis, Rondon do Pará, Santa Izabel do Pará, Tucumã e Uruará. A iniciativa objetiva oportunizar mais comodidade, praticidade e acesso aos usuários que buscam os serviços do órgão no interior do Estado.

O prazo iniciou em 03 de novembro e se encerrará no próximo dia 02 de dezembro. Até o momento, aproximadamente 13 estabelecimentos já solicitaram pedido ao órgão. Para se credenciar é preciso ter CNPJ específico na categoria medicina de tráfego, em seguida, apresentar requerimento junto ao Detran indicando o local que será instalada a clínica, devendo ser obrigatório instalação na sede do município, além de outras diretrizes previstas na Portaria N° 011/2020 e Edital Nº 01/2020, publicados no Diário Oficial do Estado.

Os serviços disponibilizados para atendimento são voltados à primeira habilitação, renovação de Carteira Nacional de Habilitação (CNH), autorização para Conduzir Ciclomotores (ACC), mudança e adição de categoria, reabilitação de condutores, condutores permissionários penalizados e registro de estrangeiro. Dessa forma, o Detran garante o atendimento em localidades onde não há atuação autorizada da rede clínica.

Para a presidente da Comissão de Credenciamento de Clínicas do Detran, Mayara Pereira, a expectativa é beneficiar o usuário e contemplar mais municípios ampliando o serviço. "O planejamento em executar essa iniciativa de novos credenciamentos já era cogitado desde o ano passado. Observamos que na capital, o quantitativo de clínicas consegue suprir a demanda. Porém, nos municípios do interior do Estado, o contexto é outro. Desse modo, decidimos abranger outras localidades, junto com as novas Ciretrans inauguradas recentemente em outros municípios", explica.

Mayara também ressalta as circunstâncias constatadas em determinados municípios, no aspecto da particularidade de realizar o procedimento. "Vimos algumas impossibilidades em alguns municípios, questão de alguns quilômetros de distância de um para o outro, em que o usuário efetuava a biometria, e precisava da clínica médica. Entretanto, ele precisava se deslocar até o município mais próximo para ser atendido na clínica, porque no município dele não tinha. Esse é um dos fatores, em respeito aos usuários, que nos motivou abrir novos credenciamentos", relata.

(Colaboração: Celso Junior)

Por Leidemar Oliveira (DETRAN)

 

Veja Também