SEGUP | Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social | www.segup.pa.gov.br

Início do segundo dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio 2021 (Enem 2021) neste domingo, 28, transcorreu sem maiores imprevistos nos locais de prova em todo o Estado. Com a "Operação Enem 2021" a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup) juntamente com o Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) coordenam as ações de logística, policiamento ostensivo e monitoramento do certame.

Após o fechamento dos portões às 13h, horário de Brasília, as equipes de policiamento ostensivo iniciaram rondas para garantir o ordenamento no entorno dos 742 locais de provas. O início da provas, às 13h30, ocorreu sem maiores imprevistos. 

Pronto atendimento

No conjunto Panorama XXI, em Belém,  uma escola acionou as equipes da Polícia Militar para atender um chamado de som alto nas imediações. De forma ágil, a ocorrência foi atendida não comprometendo a aplicação do exame.

No entorno de dois locais de prova nos municípios de Mocajuba e Baião sofreram com a interrupção do fornecimento de energia elétrica. Ainda assim, antes das 14h, equipes da companhia elétrica reestabeleceram o abastecimento e a execução das provas foi garantida sem atrasos significativos.

Toda as informações acerca da realização  das provas, do início à finalização da mesma, são repassadas ao Centro Integrado de Comando e Controle Nacional, no Distrito Federal (DF), por meio do Sistema Córtex.

CICC - Representante de diversas instituições já estão reunidos no Centro Integrado de Comando e Controle do Estado (CICC) para monitorar e acompanhar a movimentação e logística em torno da realização da prova, com o intuito de agilizar qualquer tipo de intercorrência que possa envolver a realização do Exame.

Regionais - No interior a Segup também monitora a realização da prova através dos Centros Integrados de Comando e Controle Regionais (CICCR), instalados nos municípios de Marabá, Capanema, Castanhal, Soure, Breves, Paragominas, Tucuruí, Redenção, São Félix Xingu, Santarém, Itaituba, Abaetetuba e Altamira. As unidades estão sendo monitoradas pelo Centro Integrado Estadual, localizado na Capital.

Monitoramento - A movimentação nos locais de provas conta com o monitoramento eletrônico de mais de 353 câmeras instaladas na Região Metropolitana de Belém e também no interior do Estado.  

Integração - Participam da ação representantes de diversas instituições, como Correios, Exército, Polícias Civil e Militar, Grupamento Aéreo e Fluvial da Segup, Departamento de Trânsito do Estado (Detran), Guardas Municipais, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Equatorial (concessionária de energia elétrica) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), que coordena o certame, Fundação Getúlio Vargas e Fundação Cesgranrio, que executam as provas à nível estadual de forma presencial e virtual, respectivamente.

Texto: André Macedo (Ascom/Segup)

 

Veja Também