Operações “Polícia no Meu Bairro” e “Saturação” percorrem cinco bairros de Belém

Voltar
A operação “Polícia no Meu Bairro” previne a criminalidade no centro comercial de Belém e nos grandes corredores da capital

Agência Pará de Notícias.

A Polícia Militar do Pará aumentou o número de operações de combate a criminalidade em Belém. Nesta quinta-feira (3), o 2º Batalhão da PM percorreu os bairros de Canudos, Terra Firme, Cidade Velha, Jurunas e Sacramenta com diferentes ações, entre elas a “Polícia no Meu Bairro”, que previne a criminalidade no centro comercial de Belém e nos grandes corredores da capital, e a “Saturação”, que visa reprimir os crimes de tráfico de drogas, roubo e furto.

“Depois da ordem do Governador do Estado em trazer policiais da atividade meio para a atividade fim, ou seja, diminuir o número de PMs na atividade administrativa, aumentamos o nosso contingente, dando mais ostensividade ao trabalho. Hoje estamos nas ruas com 20 viaturas, o dobro do que tínhamos antes, tudo para diminuir os índices de violência e dar mais segurança ao cidadão”, explicou o tenente coronel Luiz Otávio Raiol, comandante do 2º Batalhão de Polícia Militar.

A operação desta quinta iniciou por volta das 16h e segue até o final da noite, com a realização das Operações “Comboio”, “Bloqueio”, “Vulnerabilidade”, “Saturação”, “Incursão” e “Ônibus Seguro”, fazendo abordagens a usuários de entorpecentes, moradores de rua e a transeuntes em atitudes suspeitas.

“Estamos fazendo intensas incursões nos principais corredores de tráfego para dar maior ostensividade ao policiamento e aumentar a segurança da população que transita nesses locais. Até as 19h30, foram abordados 25 carros, 15 motos, 10 bicicletas, cinco ônibus e 78 transeuntes”, adiantou o Comandante da Operação.

Ainda de acordo com o comandante do Batalhão, essas operações vem acontecendo todos os dias, durante 24 horas. “A área do 2º Batalhão da PM, que compreende os bairros de Canudos, São Brás, Fátima, Nazaré, Umarizal, Reduto, Campina e Cidade Velha, tem 10.200 km², possui 410 quarteirões, 125 mil moradores, 40 mil casas e uma população flutuante de mais de 50 mil pessoas por dia. São bairros de grande circulação de pessoas e também de grande movimentação financeira, que nos pedem ainda mais atenção durante o policiamento”, explicou o comandante Raiol.

“Não fazemos operações só quando crimes acontecem, estamos sempre na rua, criando um cinturão de proteção nesses bairros a partir de três pontos chaves que os interligam”, complementou.

Outras ações

Durante o final da tarde e noite da terça-feira, 1° de maio, dezenas de militares do 24º Batalhão da Polícia Militar (BPM), unidade vinculada ao Centro de Policiamento da Capital (CPC), prosseguiram com as ações da operação Sáfara 3 na área dos bairros Tapanã, Benguí, Parque Verde e Pratinha. A operação iniciou por volta das 17h e partiu da praça do conjunto Cordeiro de Farias. A Sáfara 3 iniciou no dia 30 de abril, quando cerca de 800 militares foram destacados para reforçar o policiamento em todo o estado do Pará, com a utilização da chamada jornada extraordinária, que possibilita a atividade militar mediante a remuneração da folga.

Logo do início da noite, as incursões militares do 24º BPM tiveram a direção do Bosque Araguaia, área de mata do bairro Tapanã, motivada por denúncia de movimentação de traficantes que costumam montar barricadas para impedir o acesso do policiamento. Além disso, a PM esteve na área para averiguar a presença de homens armados e comércio ilegal de drogas. O policiamento prosseguiu em áreas de ocupação, como a Duas Irmãs e Sisbel. Em todos os bairros, a Polícia Militar atuou apoiada por guarnições da Ronda Tática Metropolitana (Rotam) e pelo canil da Guarda Municipal de Belém.

Várias viaturas e 15 motos intensificaram o patrulhamento nos bairros atendidos pela operação. À frente das incursões da Sáfara 3, o subcomandante do 24º BPM, major Lima Neto, reforçou o papel do policiamento estratégico e preventivo. “Até às 20h30 não tivemos a ocorrência de homicídio nessas áreas. Identificamos situações vulneráveis e agimos para barrar o cometimento de possíveis crimes, sobretudo o de mortes violentas”, explicou.

Por Heloá Canali 


 

 

 

Pro Paz

 

 

Disque Denuncia

 

expresso pará - webmail

 

 

 

 

 

Copyright 2018 SEGUP - Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social

Endereço: Rua Arciprestes Manoel Teodoro, 305 - Batista Campos - Belém PA, CEP: 66023-700

Fone: (91) 3184-2500

E-mail:segup.ascom@gmail.com

Desenvolvimento: PRODEPA  Usando CMS livre - Drupal  Sítio Acessível