Região do Tapanã é uma das prioridades da Operação Sáfara 3

Voltar

Agência Pará de Notícias.

A Polícia Militar do Estado iniciou nesta segunda-feira, 30, a operação Sáfara 3, de combate à criminalidade na Grande Belém.
Duas áreas de grande incidência criminal, os bairros do Guamá e Tapanã foram priorizados nesse primeiro dia de operação.
A partir do Guamá, os policiais percorreram áreas dos bairros da Terra Firme e Jurunas. A partir do Tapanã, foram atendidas áreas da Pratinha, Bengui e Parque Verde. A escolha dos locais teve por base ocorrências criminais monitoradas pela inteligência da Polícia Militar. Só nos bairros do Bengui e Cabanagem, no mês de abril, foram contabilizados 11 homicídios.

No bairro Guamá, militares do 20º Batalhão da PM, deslancharam outra frente da Operação Sáfara 3. Oficiais e praças de diversas companhias, além de guardas municipais, saíram em incursões de policiamento em áreas críticas relacionadas ao índice de criminalidade. Motocicletas e viaturas foram utilizadas nas ações daquele bairro. Na sede do 20º BPM, o comandante geral da Polícia Militar, coronel Hilton Benigno, fez o chamado briefing com a tropa. “Estamos reunindo todos os esforços possíveis para inibir a criminalidade em nosso Estado. Essa operação é mais um exemplo de nossa integração e demonstração de atuação das forças de segurança. Não vamos descuidar de nosso papel de proteger a sociedade e também nossos irmãos e irmãs da Corporação. E, nesse sentido, na tarde de hoje, conseguimos recuperar a arma da cabo Maria de Fátima, após a guarnição do 6º Batalhão entrar em confronto com um dos suspeitos de participar do homicídio da policial. Ele acabou morrendo na intervenção. Vamos intensificar nossas atuações e não descansaremos enquanto os responsáveis pela morte da policial não estiverem presos”, disse.

No Tapanã, 50 homens da PM em motos e viaturas, apoiados por 15 guardas municipais com cães percorreram as ruas fazendo abordagens de suspeitos. A operação integra uma série de ações na área de segurança que estão sendo implementadas em todo o Estado e foram discutidas durante reunião na noite de domingo (29), na sede da delegacia geral do Estado, entre o governador Simão Jatene e os gestores da área de segurança.
Segundo o coronel Elton Medeiros, comandante da operação na área do Tapanã, o objetivo maior da ação "é retirar das ruas o maior número possível de criminosos". "Vamos iniciar a operação e não temos hora nem dia para acabar", disse o coronel. “Temos, nesses bairros, áreas como as da Olaria, Capucho e Morro dos Macacos, com grande incidência dos mais variados crimes, como tráfico de drogas e até homicídios, por isso elas serão priorizadas nessa fase da operação”, concluiu o coronel.
Ele revelou ainda que a participação da Guarda Municipal e de outros setores da Polícia Militar como a Ronda Tática Metropolitana (Rotam) mostra a unidade das forças de segurança em torno de um mesmo objetivo. Segundo o coronel, rondas e ações são feitas diariamente em todos os bairros de Belém, principalmente nos que apresentam maior incidência de crimes, mas “a integração de outras unidades aumenta o poder de atuação das policias e traz mais tranquilidade à população”.

Colaboração: Sérgio Chêne

Por Pascoal Gemaque 

 

 

 

Pro Paz

 

 

Disque Denuncia

 

expresso pará - webmail

 

 

 

 

 

Copyright 2018 SEGUP - Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social

Endereço: Rua Arciprestes Manoel Teodoro, 305 - Batista Campos - Belém PA, CEP: 66023-700

Fone: (91) 3184-2500

E-mail:segup.ascom@gmail.com

Desenvolvimento: PRODEPA  Usando CMS livre - Drupal  Sítio Acessível