Oeste paraense registra queda na criminalidade nesse primeiro trimestre

Voltar

Agência Pará de Notícias.

Dados divulgados pelo Comando de Policiamento Regional 1 (CPR 1) mostram que no primeiro trimestre deste ano houve redução de 39% em comparação ao mesmo período do ano passado, em relação a ocorrências como roubo, homicídio e latrocínio registradas nos 13 municípios da área de abrangência. A principal redução se deu em relação aos roubos. Foram registrados, em 2018, 548 casos, contra 864 registros no mesmo período de 2017. A diminuição dos delitos passa por diversos fatores, entre os principais, a otimização do policiamento ostensivo em áreas de risco, o reforço estrutural, como o emprego de novas viaturas e, também, a efetivação do 35º BPM, em Santarém.

O relatório do Comando mostra ainda que nos três primeiros meses do ano houve redução nos casos de homicídios: 36 (2017) e 28 (2018). O que representa uma redução de 22%. O latrocínio, que segundo o Código Penal caracteriza-se pelo roubo seguido de morte, também teve queda expressiva: nenhuma ocorrência registrada neste ano, contra 4 casos no mesmo período de 2017.

De acordo com o comandante do CPR 1, coronel Heldson Tomaso, a redução dos índices de criminalidade na região Oeste se dá pelo aumento das ações ostensivas, forte atuação do Programa de Resistência às Drogas e a Violência (Proerd) e combate intenso ao tráfico de drogas. "O que a gente começou a fazer, a partir de 2018, foi modificar o planejamento tático para o emprego de policiamento ostensivo em todas as unidades do CPR 1. Esse planejamento é baseado em vários aspectos: na prevenção ativa e na repressão qualificada. A primeira passa pela questão dos projetos sociais e, principalmente, do Proerd - entrada da polícia nas comunidades, através da mensagem em relação a resistência às drogas e a violência. E quanto à repressão qualificada, estamos trabalhando em três pontos. O primeiro é a inteligência: estamos fazendo um mapeamento muito interessante na questão do tráfico de drogas, não só em Santarém, mas em vários municípios, com apreensões de entorpecentes. O segundo é o planejamento tático, muito mais científico, baseado em números, em dados, para que a gente chegue ao terceiro ponto, a otimização do policiamento ostensivo em locais de risco, com a ajuda do georreferenciamento e da atuação do Niop (Núcleo Integrado de Operações). É um trabalho intenso, que conta com a colaboração de toda nossa Polícia", explica o comandante.

Reforço

A área de atuação para o controle ostensivo ganhou reforço com a efetivação, em janeiro deste ano, do 35º Batalhão de Polícia Militar (35º BPM). Até então, apenas o 3º BPM era responsável por fazer o policiamento nos municípios de Santarém, Belterra e Mojuí dos Campos, atendendo a uma população de aproximadamente 330 mil pessoas. "Depois da instalação do 35º BPM, diminuiu a área de atuação da Polícia, com o controle e a fiscalização sobre uma área menor. Com isso, notamos um fator positivo na redução dos números de roubos e homicídios, principalmente em Santarém", ressalta o coronel Tomaso.

Localizado na PA-370 (Rodovia Santarém-Curuá-Una), o 35º BPM é responsável por atender a área leste de Santarém, além dos municípios de Mojuí dos Campos e Belterra.

Frota

Municípios que fazem parte da área de atuação do CPR 1 receberam no último dia 24, novas viaturas para ajudar no combate a criminalidade. As 22 novas viaturas (15 para Santarém; 3 para Monte Alegre; 2 para Oriximiná; 1 para Juruti e 1 para Óbidos) foram entregues em Santarém, pelo comandante-geral da PM, coronel Hilton Benigno, que anunciou a renovação completa da frota do estado do Pará.

Por Samuel Alvarenga 

 

 

 

Pro Paz

 

 

Disque Denuncia

 

expresso pará - webmail

 

 

 

 

 

Copyright 2018 SEGUP - Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social

Endereço: Rua Arciprestes Manoel Teodoro, 305 - Batista Campos - Belém PA, CEP: 66023-700

Fone: (91) 3184-2500

E-mail:segup.ascom@gmail.com

Desenvolvimento: PRODEPA  Usando CMS livre - Drupal  Sítio Acessível