PM capacita policiais para situações de risco durante as folgas

Voltar

Agência Pará de Notícias.

Nesta quinta-feira (5) foi realizado, no Instituto de Ensino de Segurança Pública do Pará (Iesp), o segundo e último dia do módulo prático do Curso de Capacitação em Autoproteção Policial. O curso está capacitando 30 multiplicadores da Região Metropolitana de Belém, entre oficiais e praças, que serão os responsáveis por repassar as devidas instruções às suas tropas. O objetivo é aumentar o nível de proteção do policial, especialmente quando ele estiver fora de serviço.

As estatísticas mostram que de 70 a 80% das ocorrências que vitimaram policiais militares aconteceram enquanto os PMS estavam de folga. “Muitas vezes esse policial é treinado para quando está de serviço, equipado, e com o apoio do companheiro, viatura e Ciop. Esse tipo de treinamento visa prepará-lo para aumentar o nível de alerta quando ele não estiver trabalhando”, disse o tenente coronel Fabrício Bassalo, diretor de operações da Casa Militar.

“Muitos dos nossos policiais estão perdendo a vida em seus períodos de folga e essa capacitação se torna fundamental. A partir daqui, seremos o elo com nossas tropas para passarmos os conhecimentos adquiridos nesse curso e estarmos mais preparados para nos defender em situações de risco”, disse o cabo Luciano Barros, um dos 30 alunos.

O curso teve início na quarta-feira (4), com a parte teórica, e o estudo da dinâmica dos riscos. Nesta quinta de manhã, o treinamento foi de “tiro a seco”, com o policial treinando a mecânica do tiro, como, quando e onde sacar.

“Esse curso de autoproteção é de fundamental importância para a instituição. Com ele, nós queremos formar profissionais que vão multiplicar essa filosofia de autoproteção para toda a tropa. O treinamento é feito para que o policial atue no policiamento ostensivo devidamente equipado e, quando ele estiver de folga, a arma fique oculta e o policial aumente o seu nível de alerta. Muitos policiais, por estarem de folga, diminuem a atenção e isso potencializa uma ação meliante contra eles” , pontua o coronel Dílson Junior, diretor de Ensino da Polícia Militar

Capacitação permanente

A Polícia Militar do Pará investe na capacitação visando despertar o nível de atenção do policial militar em serviço ou de folga, no intuito de evitar que ele se torne uma vítima. Além disso, discute os riscos inerentes à profissão policial e as respostas preventivas e imediatas necessárias à manutenção da vida.

A "Capacitação em Conduta Policial Militar" é a segunda fase do projeto "Comportamento de Autoproteção", pioneiro entre as polícias militares do Brasil, e que considera as características sociais, físicas e psicológicas que influenciam o índice de mortalidade de policiais por todo o Brasil. O módulo teórico começou em novembro de 2015 e já capacitou mais de 11 mil policiais militares lotados na capital e no interior do estado.

Em duas semanas será formada uma nova turma do Curso de Capacitação em Autoproteção Policial, com mais 30 policiais, representando as 12 regionais de todo o Pará.

Por Syanne Neno 

 

 

 

Pro Paz

 

 

Disque Denuncia

 

expresso pará - webmail

 

 

 

 

 

Copyright 2018 SEGUP - Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social

Endereço: Rua Arciprestes Manoel Teodoro, 305 - Batista Campos - Belém PA, CEP: 66023-700

Fone: (91) 3184-2500

E-mail:segup.ascom@gmail.com

Desenvolvimento: PRODEPA  Usando CMS livre - Drupal  Sítio Acessível