Operação Xeque Mate resulta em 29 prisões no Pará

Voltar

Agência Pará de Notícias.

As Polícias Civil e Militar deflagraram, nesta quarta-feira (4), a operação policial Xeque Mate. Dezesseis municípios da região nordeste do Pará foram alvo do trabalho que engloba a chamada Região Integrada de Segurança Pública do Guamá, sediada na cidade de Castanhal. Ao todo, 130 mandados de prisão e mandados de busca e apreensão foram levantados para cumprimento por policiais civis e militares de cada município. A operação terminou durante a tarde com 24 mandados de prisão cumpridos e 29 pessoas presas, dentre elas, cinco em flagrante por tráfico de drogas.

A operação foi realizada nas cidades de Vigia de Nazaré, São Caetano de Odivelas, Colares, Santo Antônio do Tauá, São João da Ponta, Santa Izabel do Pará, Tomé-Açu, Concórdia do Pará, Bujaru, Castanhal, Curuçá, Inhangapi, São Miguel do Guamá, Santa Maria do Pará, São Francisco do Pará e Irituia.

Segundo o delegado Temmer Khayat, titular da Superintendência Regional da Polícia Civil em Castanhal, durante a ação policial integrada foi constatado que alguns dos autores de crimes citados nas ordens de prisão já estavam mortos; outros estão presos em outros Estados brasileiros e alguns não foram localizados nos seus endereços.

Durante a operação, cinco pessoas foram presas em flagrante por tráfico de drogas: duas em Vigia de Nazaré; outras duas em Maracanã e outra em Santa Maria do Pará. Durante as revistas, drogas foram apreendidas.

Trabalho - A ação policial foi iniciada, ao mesmo tempo, nos 26 municípios, nos primeiros minutos da manhã de hoje. As equipes policiais levaram os presos para as Delegacias de cada cidade, onde o Judiciário está sendo comunicado sobre os mandados judiciais cumpridos e sobre as prisões em flagrante. Além dos presos, foram apreendidos, durante a operação, dois equipamentos de radiocomunicação, tipo HT; 107 tabletes de cigarros importados; 25,3 mil unidades de DVDs "piratas"; 13 motos irregulares; 22 bicicletas; duas gaiolas com pássaros que estavam sendo comercializados na feira livre de Castanhal e dois botijões de gás de origem ilegal.

O delegado Temmer Khayat detalha que em Castanhal houve uma ação de saturação realizada na área da feira da Ceasa. Esse local é apontado como ponto de concentração de atos ilícitos. A ação policial contou com apoio do helicóptero do Grupamento Aéreo de Segurança (Graesp).

O coronel Marcelo Ronald de Souza, comandante de Policiamento Regional III, sediado em Castanhal, destaca que a operação Xeque Mate contou com sigilo total e teve resultados positivos e diretos. "Houve resultados indiretos também, porque onde não se teve o êxito na prisão dos foragidos, pelo menos, ficou o recado de que a Polícia está em busca de prendê-los", frisou.

Além disso, ressaltou o coronel, a operação Xeque Mate foi fundamental para a prevenção da violência. "A ação policial nos leva a pensar quantos crimes foram evitados com a prisão desses 29 foragidos, quantos homicídios, quantos roubos, quantos furtos", salienta.

 

Por Walrimar Santos 

 

 

 

Pro Paz

 

 

Disque Denuncia

 

expresso pará - webmail

 

 

 

 

 

Copyright 2018 SEGUP - Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social

Endereço: Rua Arciprestes Manoel Teodoro, 305 - Batista Campos - Belém PA, CEP: 66023-700

Fone: (91) 3184-2500

E-mail:segup.ascom@gmail.com

Desenvolvimento: PRODEPA  Usando CMS livre - Drupal  Sítio Acessível