Treze condenados são presos por policiais civis e militares

Voltar
Entre os presos na operação "Xeque-Mate" está João Pedro Gonçalves Furtado, 19 anos, que foi localizado em Ananindeua e terá de cumprir sentença condenatória de 5 anos e 4 meses, além de 10 dias-multa, por crime de roubo qualificado.

Agência Pará de Notícias

As polícias Civil e Militar deflagraram nesta quinta-feira (8), em quatro municípios da Região Metropolitana de Belém, a operação "Xeque-Mate", com o objetivo de cumprir mandados judiciais de prisão preventiva. Treze pessoas foram presas durante a ação policial.

Iniciada por volta de 06 horas, a operação mobilizou policiais civis e militares das unidades vinculadas à 2ª Região Integrada de Segurança Pública (2ª Risp). As equipes saíram das delegacias, seccionais e Unidades Integradas Pro Paz (UIPPs) para cumprir os mandados de prisão preventiva determinados pela Justiça do Estado.

Os presos localizados foram inicialmente conduzidos e apresentados nas delegacias, de onde foram encaminhados para a Central de Triagem do Sistema Penitenciário, anexa à Seccional de Polícia do Conjunto Cidade Nova, no município de Ananindeua. Eles respondem por crimes diversos, como roubos, homicídios, tráfico de drogas e violência doméstica contra a mulher.

A operação foi coordenada pelo delegado Marco Antonio Duarte, titular da Superintendência da Polícia Civil na Região Metropolitana, e pelo coronel Marcello Leão, comandante de Policiamento da Região Metropolitana (CPRM), da Polícia Militar. Todas as 15 Unidades Policiais, entre delegacias, seccionais e UIPPs, atuaram na operação, em conjunto com a PM.

Esforço e dedicação - Para o delegado Marco Antonio Duarte, a operação foi fundamental, principalmente quanto à atuação das polícias Civil e Militar, demonstrando o esforço, o profissionalismo e a dedicação dessas instituições, de levar segurança para a sociedade e retirar criminosos das ruas, garantindo mais tranquilidade durante o período do Carnaval.

Entre os acusados está João Pedro Gonçalves Furtado, 19 anos, que foi preso em Ananindeua por sentença condenatória de 5 anos e 4 meses, além de 10 dias-multa, por crime de roubo qualificado. Ainda em Ananindeua foi preso Jovânio Pereira Lima, com mandado de prisão preventiva decorrente de processo por violência doméstica contra a mulher. Outro preso por condenação judicial é Anderson de Moraes Aquino, que vai cumprir a pena de 8 anos, 10 meses e 20 dias de reclusão, e 41 dias-multa, por crime de roubo.

Jovânio Lima foi localizado pelos policiais em sua casa, no Conjunto Almir Gabriel, em Marituba. No mesmo município, no Bairro Decouville, foi preso Renato de Souza Amaral, 20 anos, com mandado de recaptura, por ser fugitivo do Sistema Penitenciário do Pará, e Hudson Cardoso Alves, 24, com mandado de prisão preventiva por homicídio.

No município de Benevides foi preso Elivaldo Oliveira Pantoja, 41 anos, morador na comunidade Vitória, na zona rural. Ele tem prisão preventiva decretada por tráfico de drogas. A equipe policial de Benevides também prendeu, por mandado de prisão preventiva, Fredson da Silva, de apelido "Maranhão".

A prisão dele foi realizada no conjunto Carlos Mariguela, em Marituba. Ele responde a processo por homicídio expedido pela Comarca de Benevides. Com mandado de recaptura expedido pela Comarca de Benevides foi preso Antonio Robson Santos de Souza, 23 anos. Foragido da Justiça do Pará, ele retornará ao regime fechado.

Por Walrimar Santos 


 

 

 

Pro Paz

 

 

Disque Denuncia

 

expresso pará - webmail

 

 

 

 

 

Copyright 2018 SEGUP - Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social

Endereço: Rua Arciprestes Manoel Teodoro, 305 - Batista Campos - Belém PA, CEP: 66023-700

Fone: (91) 3184-2500

E-mail:segup.ascom@gmail.com

Desenvolvimento: PRODEPA  Usando CMS livre - Drupal  Sítio Acessível