Esquema de segurança mantém tranquilidade durante o Enem 2017

Voltar
A "Operação Enem 2017" contou com 2.552 policiais militares atuando no policiamento ostensivo dos 830 locais de aplicação da prova, distribuídos em 74 municípios do Estado

Agência Pará de Notícias.

Trinta e cinco ocorrências foram registradas até o final da tarde deste domingo (12), durante a 2° fase do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A maioria (28), relacionada a substituição e falta de fiscais de prova. Com relação à Segurança Pública foram seis registros. Em Igarapé Miri, um homem foi abordado pela Polícia Militar após denúncia de populares por atitude suspeita. Em Belém, um candidato que chegou atrasado pulou o muro da escola e foi impedido de fazer a prova.

No Pará, o certame finalizou às 17 horas. Porém, 35 escolas tiveram o horário estendido por conta dos candidatos que possuiam algum tipo de deficiência.

A "Operação Enem 2017" contou com 2.552 policiais militares atuando no policiamento ostensivo dos 830 locais de aplicação da prova, distribuídos em 74 municípios do Estado.

Leia mais - Estudantes mostram confiança no segundo dia de provas do Enem

O esquema de segurança organizado pelo Comando da Polícia Militar por intermédio do Chefe do Departamento Geral de Operações e Coordenador Geral do Enem/2017, coronel Marco Antônio Rocha, foi monitorado no Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR) que funcionou no Quartel do Corpo de Bombeiros em Belém.

O Comando Unificado teve a participação de representantes de órgãos parceiros como Corpo de Bombeiros, Polícia Federal, Seduc, Celpa, Polícia Civil, Guarda Municipal de Belém, Detran, Semob, Centro Integrado de Operações (CIOP), Correios, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa (Inep) e Centro de Seleção de Candidatos ao Ensino Superior do Grande Rio (Cesgranrio).

"Além do comando unificado, contamos também com o apoio primordial da Secretaria de Segurança Pública, que disponibilizou para esta operação 24 embarcações e 4 aeronaves. O planejamento da operação iniciou em julho e foi intensificado em outubro com a chegada das provas no estado, mobilizando 5.400 policiais em ações de escoltas, rondas e policiamento ostensivo, o que garantiu a segurança de todo o certame junto aos Correios", relatou o coronel Marco Antônio Rocha.

O CICCR conta com tecnologia de ponta onde os participantes recebem informações em tempo real de ocorrências através do monitoramento de câmeras do CIOP, redes sociais, aplicativos de trânsito e do portal de serviços do Inep.

Além das ações de ostensividade do policiamento preventivo na capital e interior, a PM é responsável pela escolta dos veículos encarregados do transporte dos malotes de provas em apoio a logística da Empresa de Correios e Telegrafos – ECT, bem como realização do policiamento nos locais de realização do certame, visando a garantia da segurança das pessoas envolvidas na realização do Enem/2017 nos dias 05 e 12 de novembro.

No primeiro dia de prova, realizado no domingo passado, dia 5, foram registradas 43 ocorrências. 37 procedimentais e 6 de segurança. Entre elas, 4 locais com falta de energia elétrica, 4 suspeitas de fraude, 1 porte ilegal de arma de fogo e 1 detido por atitude suspeita.

A partir desta segunda-feira, 13, inicia a "Operação reversa" que dá continuidade a última fase do processo para o encerramento da aplicação de provas do Enem 2017. A PM junto aos Correios reúne os cartões-respostas e encaminha para os quartéis do Exército ou agência do Correios, finalizando com a remessa para o Rio de Janeiro.

Por Cristiani Sousa


 

 

 

Pro Paz

 

 

Disque Denuncia

 

expresso pará - webmail

 

 

 

 

 

Copyright 2017 SEGUP - Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social

Endereço: Rua Arciprestes Manoel Teodoro, 305 - Batista Campos - Belém PA, CEP: 66023-700

Fone: (91) 3184-2500

E-mail:segup.ascom@gmail.com

Desenvolvimento: PRODEPA  Usando CMS livre - Drupal  Sítio Acessível