Estatísticas de Segurança Pública do Pará

 

 

Susipe realiza obras de infraestrutura no Complexo de Santa Izabel

Voltar
A obra já está em fase de conclusão. Cerca de 40 pessoas estão trabalhando no local todos os dias.

Agência Pará de Notícias

O Complexo Penitenciário de Santa Izabel abriga 10 unidades prisionais do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), em uma área de 240 hectares, sendo 130 hectares de área construída. É o local onde se localiza o maior número de unidades prisionais do Pará. Todas as ruas que cercam essas unidades estão sendo pavimentadas, com o apoio da Secretaria de Estado de Transportes (Setran) e a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup). O objetivo é melhorar a segurança e trafegabilidade dentro do Complexo Penitenciário.

Cerca de 20 mil metros quadrados de vias irão passar por revitalização. O investimento é de mais de R$ 700 mil reais. A obra já está em fase de conclusão. Cerca de 40 pessoas estão trabalhando no local todos os dias.

De acordo com o diretor de engenharia da Setran, Paulo Mariano, após visitas feitas ao Complexo, e uma vistoria área com auxílio de um helicóptero, foi verificada a necessidade de obras emergenciais, que facilitariam a mobilidade dos agentes de segurança dentro e fora do local.

“Os principais serviços executados foram a implantação de bueiros de concreto, para direcionamento das águas; execução do meio fio; saída de drenagem para escoamento da água da chuva; abertura e manutenção de estradas na parte interna e externa do Complexo e execução de base e aplicação de asfalto na vias internas de toda a unidade”, destacou o diretor.

“Há muitos anos essas ruas que dão acesso às unidades prisionais, que ficam dentro do Complexo, estavam precisando de uma revitalização, pois estavam muito deterioradas. Já se passaram mais de 20 anos, desde que o complexo foi inaugurado e esta é a primeira vez que vamos fazer uma obra como essa. Não existiam vias propriamente ditas dentro do complexo, só caminhos abertos com um trator, mas que precisavam de asfalto”, ressaltou o coronel André Cunha, superintendente da Susipe.

Além do asfalto será feito o trabalho de capina da área de mata, ao redor de toda a muralha do Complexo Penitenciário, para melhorar o trabalho dos agentes penitenciários e policiais militares, que fazem a segurança do local. “Eles terão um campo de visão melhor da área externa do Complexo, pois vão abrir ainda mais a área de mata e assim evitar um possível resgate de presos”, destacou André Cunha.

O serviço de iluminação do Complexo também foi todo revitalizado, garantindo melhor visibilidade e iluminação noturna. “Foram instalados grupos geradores em toda a área, pois ali é uma região onde há muita falta de energia elétrica e precisamos estar prevenidos, com a iluminação de segurança funcionando, caso haja queda de energia no local. Além disso, foram instaladas câmeras dentro e ao redor de todo o Complexo, com o objetivo de reforçar a segurança. Então esse era um problema muito grave e que agora está resolvido”, informou Márcia Gaspar, diretora de Logística e Infraestrutura da Susipe.

Histórico - O Complexo Penitenciário de Santa Izabel surgiu em 1977, com apenas uma unidade prisional, na época o Centro de Recuperação Penitenciário do Pará I (CRPP I). “A primeira fase já foi concluída e a segunda fase está prevista para ser entregue em setembro de 2017. O total do investimento foi de cerca de R$ 240 mil reais. Outra obra importante que precisamos citar é a construção de dois pavilhões no CRPPI, onde serão criadas novas vagas”, reforçou Márcia Gaspar.

Cadeia Pública de Jovens e Adultos – As obras de construção da Cadeia Pública de Jovens e Adultos, no Complexo Penitenciário de Santa Izabel, já estão com mais de 35% do projeto de execução concluído. O local é a décima e última unidade a ser construída dentro do Complexo Penitenciário de Santa Izabel e será a maior cadeia pública do Estado, com capacidade para custodiar 603 internos da Susipe, em uma área física de aproximadamente 1.850m². A previsão de entrega é para o fim do ano.

“A Cadeia Pública para Jovens e Adultos atenderá homens na faixa entre 18 a 29 anos e será a primeira no Pará com um centro de tratamento para dependentes químicos. O investimento soma mais de R$ 16 milhões, fruto de uma parceria com o Departamento Penitenciário Nacional (Depen)”, explicou Márcia Gaspar.

A nova unidade será dividida em 11 blocos: dois para visitas íntimas, dois com vivência individual, um bloco com Tratamento Jurídico, um com seis boxes de parlatório, um com Centro de Tratamento para Dependente Químico, um bloco com celas de Triagem e três para vivência coletiva. Além disso, a Cadeia Pública para Jovens e Adultos contará com salas de aulas, laboratório de informática, espaço multiuso, parque infantil, fraldário, biblioteca, barbearia e salão de cabeleireiro.

O Governo do Estado está investindo mais de R$ 120 milhões na construção de 20 novos centros de detenção no Pará. Até o fim de 2018, a meta é gerar um total de mais seis mil novas vagas para o sistema penitenciário do estado.

“O objetivo é gerar novas vagas e reduzir o déficit carcerário. Em Santa Izabel, por exemplo, teremos a garantia de individualização da pena, uma vez que se promoverá a separação por faixa etária, contribuindo para a avaliação e tratamento que estes indivíduos requerem”, afirmou o superintendente da Susipe, André Cunha.

Por Timoteo Lopes 


 

 

Pro Paz

 

 

Disque Denuncia

 

expresso pará - webmail

 

 

 

 

 

Copyright 2017 SEGUP - Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social

Endereço: Rua Arciprestes Manoel Teodoro, 305 - Batista Campos - Belém PA, CEP: 66023-700

Fone: (91) 3184-2500

E-mail:segup.ascom@gmail.com

Desenvolvimento: PRODEPA  Usando CMS livre - Drupal  Sítio Acessível