Início » Desfile de 7 de Setembro em Belém será transmitido por câmeras da Segup

Desfile de 7 de Setembro em Belém será transmitido por câmeras da Segup

O desfile militar que celebrará os 197 anos da Independência do Brasil, neste sábado (7), será transmitido ao vivo, via internet, pelas câmeras da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), por meio do Centro Integrado de Operações (Ciop). As câmeras estão instaladas ao longo da Avenida Presidente Vargas, em Belém, e no entorno, para fiscalizar e monitorar as celebrações.

Com um plano estratégico de câmeras, o Ciop vai observar o trajeto do desfile, garantindo a segurança e fiscalização nos principais pontos. Este ano, além de monitorar o percurso, uma das câmeras com imagem Full HD (alta definição), instalada próximo ao Teatro Waldemar Henrique, na Praça da República, vai transmitir via internet, pelo site da Agência Pará, o desfile militar, informou o diretor do Centro Integrado de Operações, coronel Luiz Carlos Rayol.

“A Segup estará informando à população, em tempo real, as comemorações de 7 de Setembro. O cidadão poderá acessar por meio de um computador ou de um celular as homenagens cívico-militar no Estado. Esta câmera ficará disponível até o período do Círio (Círio de Nazaré, em outubro), garantindo também a transmissão das procissões deste ano”, acrescentou o diretor.

Monitoramento - Serão 11 câmeras distribuídas ao longo do percurso e no entorno. As câmeras filmam e gravam a movimentação e são monitoradas por agentes de segurança, que estarão no Ciop, de onde podem acionar as viaturas, em situações suspeitas e flagrante de ações criminosas.

“Nosso objetivo é fortalecer cada vez mais as ações de inteligência para coibir e inibir ações suspeitas e criminosas contra à população, garantindo assim um desfile tranquilo, onde as pessoas possam apreciar o desfile e se divertir com segurança com suas famílias”, disse o secretário adjunto de Operações da Segup, Rômulo Rodovalho.

O Ciop opera diariamente e sem interrupção, com o serviço prestado por policiais militares e servidores civis, que trabalham em escalas e turnos de seis horas por dia, em ambiente de acesso restrito. O funcionamento inicia quando o cidadão aciona o Centro pelo contato telefônico, via 190, ou quando o operador de câmeras registra algum flagrante e/ou atitude suspeita pelo sistema de videomonitoramento.

Por Walena Lopes