Polícia Civil prende dupla que assaltou residência em Salinópolis

Voltar
Marcelo Barros da Silva, o “Luan”, de 19 anos, e Antonio Carlos da Costa Rodrigues Filho, 18, o “Paul”, foram presos depois de invadir uma casa e assaltar os moradores da residência, situada no bairro da Prainha.

Agência Pará de Notícias

A Polícia Civil prendeu em flagrante, na madrugada deste domingo (16), em Salinópolis, Marcelo Barros da Silva, o “Luan”, de 19 anos, e Antonio Carlos da Costa Rodrigues Filho, 18, o “Paul”, após a dupla invadir uma casa e assaltar os moradores da residência, situada no bairro da Prainha. Armados com facas e uma arma de fogo de fabricação artesanal, os dois tiveram acesso à casa depois de pular o muro, e surpreenderam os moradores enquanto dormiam. A prisão foi feita pela equipe da Delegacia de Salinópolis com apoio de policiais civis enviados para reforçar o efetivo local durante a operação ‘Verão Seguro’ no município.

Segundo o delegado Fausto Bulcão, o crime foi comunicado à unidade policial por volta de 8 horas, pelas próprias vítimas, que estiveram na sede da Delegacia. A partir das informações repassadas os dois suspeitos foram identificados e localizados em uma casa situada na estrada de acesso à praia do Atalaia. Com eles foram recuperados alguns objetos roubados da casa, como relógio de pulso, aliança e cordão, que foram entregues aos donos.

Conforme relatos das vítimas, os criminosos chegaram a roubar outros objetos de valor, como telefones celulares, joias e dinheiro. Ainda durante a ação criminosa os acusados ameaçaram abusar sexualmente de uma adolescente. Os dois estão presos à disposição da Justiça.

Por Walrimar Santos 


 

 

 

Pro Paz

 

 

Disque Denuncia

 

expresso pará - webmail

 

 

 

 

 

Copyright 2017 SEGUP - Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social

Endereço: Rua Arciprestes Manoel Teodoro, 305 - Batista Campos - Belém PA, CEP: 66023-700

Fone: (91) 3184-2500

E-mail:segup.ascom@gmail.com

Desenvolvimento: PRODEPA  Usando CMS livre - Drupal  Sítio Acessível