"Colosso" mantém ações e já soma 18 prisões na RMB

Voltar
O primeiro dia de operação já demonstra o esforço do sistema de segurança pública para combater a criminalidade e manter a tranquilidade da população", afirmou o chefe geral de Operações da PM, coronel Marco Antônio Rocha.

Agência Pará de Notícias

Nesta sexta-feira (16), segundo dia da "Operação Colosso”, policiais militares se uniram a guardas municipais na ação integrada “Polícia na Ruas”, coordenada pelo Sistema de Segurança Pública, que busca manter o patrulhamento nas vias e o combate à criminalidade por meio do reforço do efetivo. Os agentes de segurança se concentraram desde cedo na Aldeia Cabana, do bairro da Pedreira, em Belém, de onde seguiram para diversos pontos da capital.

Além do trabalho de policiamento nas ruas, a “Operação Colosso” resultou no cumprimento de 18 mandados de prisão somente na manhã de hoje, executados pela Polícia Civil na Grande Belém. Outros 150 ainda serão cumpridos. Distrito Industrial, Cremação e Pedreira foram alguns dos bairros onde as prisões por expedição de mandado judicial foram feitas.

De acordo com os dados reunidos no Centro de Comando da Operação, baseado no Centro Integrado de Operações (Ciop), até as 20 horas de ontem, primeiro dia da Operação “Colosso”, 18 prisões haviam sido efetuadas nas 15 regiões integradas do Pará. Ainda como resultado preliminar, foram apreendidos sete armas e 191 veículos (sendo 168 motocicletas) e recapturados sete foragidos do sistema penal. Quatro estabelecimentos foram fechados por falta de documentação e 76 apreensões de drogas foram registradas.

“O conceito do nosso trabalho está fundamentado no combate às principais ocorrências registradas nas diversas regiões do Estado, que são o homicídio, latrocínio e, sobretudo, o roubo. Queremos prevenir, mas atuaremos também na repressão desses casos, se for preciso”, diz o general Jeannot Jansen, titular da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup).

Ainda com base nos números parciais coletados na noite de ontem, 4.651 abordagens foram realizadas pelas forças de segurança em todas as regiões paraenses. “Queremos que a população se sinta mais segura vendo a atuação das forças policiais, seja onde for”, ressaltou o secretário adjunto de Gestão Operacional, coronel André Cunha.

Os dados da Segup referente à “Operação Colosso” demonstram que, do total de abordagens feitas em todo território paraense somente no feriado de Corpus Chirsti, 2.377 foram direcionados a transeuntes, 780 a condutores de carros, 180 a ciclistas, 1.070 a motociclistas e 46 a donos de vans.

"Estamos com nossos efetivos a postos em todo o estado, fortalecendo o trabalho dos policiamentos regionais. O primeiro dia de operação já demonstra o esforço do sistema de segurança pública para combater a criminalidade e manter a tranquilidade da população", afirmou o chefe geral de Operações da PM, coronel Marco Antônio Rocha.

Interior – Em Marabá, na 10ª Região Integrada de Segurança Pública, as Polícias Civil e Militar efetuaram as prisões preventivas de João Paulo Moreira e de Daniel Moreira, e ainda reaprenderam um menor. Os três são acusados de homicídio. Em Parauapebas, policiais da Divisão Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM), com apoio da Superintendência Regional do Sudeste Paraense, prenderam Antônio Silva Araújo pela prática de estupro. Em Tucuruí, mais dois mandados de prisão por homicídio foram cumpridos.

Por Sérgio Chêne 


 

 

 

Pro Paz

 

 

Disque Denuncia

 

expresso pará - webmail

 

 

 

 

 

Copyright 2017 SEGUP - Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social

Endereço: Rua Arciprestes Manoel Teodoro, 305 - Batista Campos - Belém PA, CEP: 66023-700

Fone: (91) 3184-2500

E-mail:segup.ascom@gmail.com

Desenvolvimento: PRODEPA  Usando CMS livre - Drupal  Sítio Acessível